Um novo Tempo

English Spain German

Mantra

BEDUZUPO

ZENGOLDÁBIL

domingo, 18 de setembro de 2016

chegou o grande dia!

Fiquei  muito feliz em saber que a  minha  cesariana  foi  marcada para  o dia  que eu  já tinha  particularmente já falava que ia ser! O médico  mesmo não  tendo  marcado, agora na última  consulta  só confirmou o que  vinha afirmando! Meu baby chega amanhã dia 19/09. Apesar de um pouco preocupada com  anestesia e o procedimento em geral, tenho f,vai dar tudo certo e em dois dias estarei em casa de volta com meu Rodeiguinho nos braços, saudável e lindo! Até a próxima  postagem.




 

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Final de Gravidez preocupação redobrada!




Levei bons sustos este mês...

Dores inesperadas, barriga pesada demais e em determinadas hora extremamente dura, excesso de ansiedade, expectativa de não saber onde seria o parto e um descontrole na taxa de glicose.

A barriga cresceu muito, certamente ele está com quase três quilos, pulando tanto que pareço às vezes ter um maremoto dentro de mim. Mas são as horas mais divertidas, ver aquela movimentação grandiosa. É delicioso saber que tem uma vida dentro da gente. Certamente a prova mais real que Deus faz tudo com perfeição.

Está faltando pouco tempo, mas eu só soube da maternidade de verdade ontem, porque eu liguei para o hospital para pegar informações, já que minha consulta para ter essa certeza será só dia 14 e já estaria com mais de 36 semanas gravidez. Tem horas que o povo é muito lento, e se a gente não tomar a frente fica nesse chove não molha o que me deixa mega nervosa e ansiosa.

Ainda não sei os procedimentos, dia certo do nascimento, questão de internação, alimentação que deve ser feita antes do nascimento, essas coisas não tem jeito tenho que esperar a consulta. Eu não sei se sou muito prática e o médico muito lento, ou eu ansiosa e ele calmo. Mas isso me deixa um pouco stressada, acho que ao chegar as 35 semanas de gestação eu já tinha que estar sabendo de tudo. Enfim, só me resta esperar, ainda falta um exame, uma USL Obstétrica com Doppler .

A taxa da glicose eu ainda não consegui controlar, passando de 100 mesmo após uma noite de sono. Nunca tive uma alta tão grande como a um dia desses que foi a 124. Mas acho que se deve a esse final de gravidez a essas expectativas. E claro essa fome absurda quase que de duas em duas horas e não tenho ideia de como controlar, tenho procurado beber água para intermediar essa fome. 

De qualquer forma não tenho o que reclamar,  fiz um pré-natal muito bom! Exames mensais, mesmo quando o médico achava não ter necessidade eu pedia, ou fazia por minha conta. Como um exame de sangue extra e uma USL.

Alimentando-me satisfatoriamente bem, só engordei um quilo a mais do meu peso inicial, até porque no inicio da gravidez emagreci 10quilos.

Olho meu rosto no espelho e vejo o quanto está mais fino.  Refrigerante, não sei o que é desde o inicio da gravidez. Doce só no inicio de agosto com mais frequência, pois me deu uma vontade muito grande, talvez ai o descontrole da glicose.

Ganhei tanta roupinha, uma mais linda que a outra, as fraldas acredito que vão durar um tempinho, ainda não montei a bolsa da maternidade, o que pretendo fazer até o final desta semana. Comprei um berço multifuncional três em um o que vai facilitar e durar mais e que eu espero que caiba no meu quarto rs. 

E o diferente nessa energia de ser mãe é que sinto bem menos a necessidade de ter determinadas pessoas perto, meu bebê supriu isso. Lá uma vez ou outra mando um oi uma florzinha aos amigos mais distantes e aqueles, que tenho mais contato continuam os mesmos procuramo-nos mutuamente ao menos uma vez por semana e isso faz bem.
A gente acaba percebendo que não precisa ir longe pra se sentir amada, ou transmitir esse amor que a gente tem em excesso dentro da gente, está tudo tão perto.

Meus amigos diários são a minha família, meu bebê e o tchuqinho, que tem se mostrado bem mais responsável e me aturado, pq às vezes tenho lá meus momentos de stress e mais sensíveis. E a única coisa que eu acreditava no início que ia acontecer e ao passar do tempo eu vejo que não vai acontecer tão cedo é a gente voltar a morar junto, até pq temos problemas familiares que ainda nos separam e mágoas que ainda não foram superadas. Uma pena!

Enfim que meu pequeno venha com muita saúde, que corra tudo bem no nascimento e que possamos curtir essa nova etapa de nossas vidas!

Paz e luz a todos que vão ler esse texto e que Deus continue a nos proteger, pois certamente estaremos enfrentando grandes provações nos próximos anos.

Deixo aqui, se Deus quiser um até breve para postar a foto da luz da minha vida que nascerá agora em setembro.
Monique Bertoldi